Please reload

Posts Recentes

Pelo Inss - LOAS :Como conseguir esse beneficio?

October 17, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Como a fonoaudiologia pode ajudar o bebê com microcefalia

Apesar de ser uma patologia antiga, a Microcefalia só ganhou destaque depois que o Ministério da Saúde (MS) confirmou a relação com o vírus da Zika, ratificada em seguida pela Organização Mundial de Saúde.

 

Há poucos estudos na literatura sobre as principais manifestações fonoaudiológicas na microcefalia, mas as patologias comumentes encontradas, além de malformação cerebral, relacionam-se com convulsões e retardo mental.

 

Nas avaliações fonoaudiológicas realizadas nessa população são constatadas frequentemente a incoordenação das funções sucção x deglutição x respiração; sucção ineficiente; movimentos incoordenados de língua e mandíbula; fadiga durante as mamadas; doença do refluxo gastroesofágico; sialorréia constante; observação do desenvolvimento motor, linguagem e das habilidades auditivas e cognitivas.

 

Dependendo das manifestações fonoaudiológicas pode-se planejar estratégias terapêuticas de estimulação precoce e/ou estimulação dos reflexos e das funções alteradas.

 

A primeira coisa a ser feita é uma AVALIAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA. Nela poderá ser observado atraso no desenvolvimento motor, auditivo, fala, e dificuldades cognitivas. Após a avaliação, se dá início às TERAPIAS FONOAUDIOLÓGICAS.

 

Como são as terapias? Eu, como fonoaudióloga, vou fazer estimulação do sistema sensório motor oral, com o objetivo de promover o aleitamento materno; otimizar as condições de força, mobilidade e sensibilidade das estruturas orais utilizando técnicas e manobras específicas; adequar a coordenação da sucção x deglutição x respiração; orientar posturas, consistências de dietas e utensílios; realizar encaminhamentos médicos e terapêuticos quando necessário. Gostou?

 

Além de tudo isso, farei um trabalho de conscientização com a família desse bebê com microcefalia sobre as dificuldades atuais e futuras da criança. Há a necessidade de de trabalhar a percepção dos pais e familiares quanto à aceitação das limitações da criança na vida do indivíduo e da família, a importância da amamentação e estimulação precoce.

 

É sempre bom lembrar que o trabalho multidisciplinar é fundamental para se obter bons resultados na estimulação e desenvolvimento desse bebê.

 

Dra. Aline Gusman Matricardi, fonaudiológa

 

 

Compartilhe no Facebook
Curta esse post
Please reload