Please reload

Posts Recentes

Pelo Inss - LOAS :Como conseguir esse beneficio?

October 17, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Família Down de Taubaté

March 4, 2017

Hoje o nosso depoimento é com a mamãe Rita Arena que tem a linda Valentina. Rita é uma das organizadoras do projeto Familia Down de Taubaté e ela vai nos contar um pouquinho da sua história e como o projeto surgiu.


Como foi receber a noticia da down? antes ou depois do parto?

 

Recebemos a notícia dentro do centro cirúrgico, fiz todo o pré natal, não tive intercorrência e nenhuma das ultras acusou ou suspeitou da síndrome. Naquele momento foi um grande susto, ainda mais pelo modo que foi noticiado, pois foi logo após que a Valentina nasceu.

Hoje eu entendo o que foi falado, os médicos se olharam e falaram trissomia .E ficaram com uma cara de susto, não me deixaram a ver, levaram ela para fazer os procedimentos e chamaram meu marido . 

Onde contaram pra ele, e logo vieram me mostrar.

Eu percebi q tinha acontecido alguma coisa e perguntei , está tudo bem ? 

A Dra me respondeu, está ! 

Só q ela tem característica de Síndrome de down, e me perguntou: tudo bem ? 

Eu respondi: tudo bem !

E só olhei para meu marido q estava chorando muito , com cara de assustado . 

Naquele momento foi uma mistura de sentimentos muito grande, fiquei meio que em choque , não conversei com ninguém, não chorei, só pensava em um monte coisas ao mesmo tempo. Depois quando fui para o quarto e vi todo mundo com a

mesma cara de choro, sem conseguir falar nada pra mim , chorei muito.

 

 ​Você vivenciou o luto? 

 

Olha eu (Rita ) não gosto muito desse termo, luto .

Acredito o q eu passei, esse susto , não foi luto . 

Mas, respeito quem passou, afinal cada um recebe a noticia de uma maneira . 

Chorei muito no primeiro mês, me perguntando porque eu, mas assim que chegou o resultado do cariótipo, q aí tivemos certeza , já começamos a correr atrás das

Terapias e fui me informando, e aquele susto foi amenizando e hoje eu posso dizer que se eu soubesse que seria assim, jamais teria chorado o tanto que eu chorei.

 

Como foi ter que criar uma criança dentro da estimulação precoce?

 

Olha muda toda nossa rotina né, porque tem  todas as terapias, temos que sair praticamente todo dia de casa, eu não voltei a trabalhar, muda tudo .  Mas aprendi muito com tudo isso, que cada conquista, cada evolução é uma alegria muito grande.

 

O que mudou na sua vida?

 

A síndrome de down mudou tudo em minha vida, mas mudou pra melhor. Hoje eu sou uma pessoa muito mais informada, pacienciosa , conheci muitas  amigas, histórias, só me agregou coisas boas .  

 

Você já sofreu preconceito?

 

Graças a Deus não , mas já escutei muitas histórias e infelizmente ainda existe e

Muito. E acredito q muito do preconceito é devida a falta de informação . 

 

O que te rege nesse momento?

 

Depois do nascimento, da Vava e conhecendo outras mães, formei um grupo Chamado Família Down de Taubaté, começamos com 6 mães com intuito de trocar informações. Com passar do tempo o  grupo foi crescendo e além de ser um grupo de troca de informações, dicas ,desabafos etc ... passou a ser um grupo que também faz ações de conscientização. Hoje fazem parte do nosso grupo mais de

160 famílias de toda a região do vale. Fazendo ações conscientização, palestras ,exposições , temos um projeto de inclusão através da fotografia, em parceria com Carolina S. Fotografia . Temos atividades esportivas gratuitas para o grupo, como natação, capoeira ,judô ,aula funcional . 

Então assim hoje o que me rege é levar informações , fazer o primeiro acolhimento das famílias ,para q elas não tenham esse susto do início, que recebam a síndrome de down de uma forma mais leve, com outro olhar, o do AMOR

 

Como você vê o ingresso do Down dentro da publicidade, dentro das mídias sociais?

Eu acho ótimo, acho que quanto mais informações melhor !!

Antigamente muitas famílias escondiam, hoje queremos mostrar que, todos tem o direito e devem ser incluídos na sociedade. Cada um tem suas características únicas, suas potencialidades,  são capazes de tudo, só precisam de OPORTUNIDADE

E precisamos mostrar cada vez mais isso . 

 

Um recado para as mamães?

Olha um recado ... "Que vocês novos pais ... quando noticiados .. não temam .. procure informações !

Procurem outras famílias , conheçam a Síndrome de Down , troquem ideias . E Amem, amem muito seus filhos , porque eles vão orgulhar muito vocês. 

 

 

Obrigado pela oportunidade de contar um pouquinho minha história, acho importantíssimo levar informações sobre a Síndrome  de Down . 

Convido vocês a conhecerem nossas páginas no face e no Insta ,

Família Down de Taubaté , onde compartilhamos muito amor e informação . 

 

Agora uma fotinho da minha Valentina e um vídeo super  bacana , feito em nosso último Picnic . Mostra um pouco da nossa Família Down de Taubaté .Assista , curta e nos ajude a compartilhar a nossa Família, produzido por Regis do Haukizando.

 

Beijos Rita Arena

 

 

 

 Link do video: https://www.youtube.com/watch?v=K2rNFuanXbY

 

Compartilhe no Facebook
Curta esse post
Please reload