Please reload

Posts Recentes

Pelo Inss - LOAS :Como conseguir esse beneficio?

October 17, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

O uso do Método PediaSuit no tratamento da Paralisia Cerebral

Paralisia cerebral, também denominada encefalopatia crônica não progressiva da infância. É uma condição neurológica não progressiva originada em razão de uma lesão no encéfalo imaturo que compromete os movimentos e a postura.

Existem diversos tipos de tratamento utilizados em portadores de paralisia cerebral, com finalidade em diminuir sequelas e promover ganho funcional, os mais atuais são os métodos intensivos de fisioterapia, sendo um deles o método PediaSuit.

O método PediaSuit, é uma abordagem que utiliza equipamentos e protocolos específicos para tratamento de indivíduos com distúrbios neurológicos, como a paralisia cerebral.

Esse método começou a ser desenvolvido por cientistas russos, nos anos 70, onde criaram uma roupa para que os astronautas utilizassem a fim de, neutralizar os efeitos nocivos causado pela ausência de gravidade.

 

 


A vestimenta recebeu adaptações e melhorias por um brasileiro (fisioterapeuta e terapeuta ocupacional), com intuito de reabilitar seu próprio filho portador de paralisia cerebral, originando o PediaSuit.  É uma vestimenta ortopédica e proprioceptiva, para ser utilizada na terapia intensiva com o protocolo PediaSuit é composta de: chapéu, colete, short, joelheiras e calçados adaptados, que são interligados por tiras elásticas.  

É sabido que portadores de paralisia cerebral precisam de fisioterapia intensiva para aprender ou reaprender habilidades funcionais básicas que facilitarão seu dia a dia.

O tratamento intensivo PediaSuit, é importante e visa ganhos motores, funcionais, melhora da qualidade de vida, maior independência motora, bem como, normalizar o tônus muscular, simetria corporal global, desenvolvimento das habilidades motoras finas e grossas, fortalecimento muscular e input sensorial, possibilitando melhor interação do paciente com o ambiente a sua volta.

No protocolo inicial do tratamento são realizados alongamentos, massagem, mobilizações articulares, exercícios de aquecimento, co-contração nas articulações, escovação de membros superiores e inferiores, além de exercícios ativo-assistidos.

Difere da fisioterapia motora neuropediátrica convencional, pois, as terapias são realizadas a partir de duas horas diárias, durante quatro semanas, totalizando até 80 horas de terapia intensiva mensal. Além da vestimenta ortopédica também se utiliza acessórios elásticos, roldanas, pesos e gaiola (Monkey-Cage - Favorece o fortalecimento muscular com carga e Spider-Cage - Partindo da postura em solo ou suspensão, o paciente pode vivenciar, assumir e manter diferentes posturas).

No método PediaSuit o objetivo com cada paciente varia de acordo com suas inabilidades, contudo os resultados obtidos com este método terapêutico intensivo são maiores em relação à fisioterapia motora neuropediátrica, devido ao tempo e a intensidade dos exercícios.

 

 

Referências:

FERNANDES, A.C. et al. Medicina e Reabilitação: princípios e prática. São Paulo: Artes Médicas, 2007.p.15-297

TELES M.S, Mello E.M.C.L Toxina botulínica e fisioterapia em crianças com paralisia cerebral espástica Fisioter Mov. 2011  24(1) p.181-90

 www.therapiesbrasil.com

 

 

Compartilhe no Facebook
Curta esse post
Please reload