Please reload

Posts Recentes

Pelo Inss - LOAS :Como conseguir esse beneficio?

October 17, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Comunicação Alternativa e a Paralisia Cerebral

 


Paralisia Cerebral
Primeiramente, devemos compreender que indivíduos com Paralisia Cerebral (PC), apresentam deficiência motora, comprometendo a locomoção, postura, movimento, uso das mãos, a linguagem, entre outras atividades. 
Ou seja, os movimentos podem ser reduzidos, pode ocorrer a espasticidade, dificuldade ou ausência da marcha e da linguagem. A cognição, por sua vez, nem sempre é comprometida, porém em alguns casos, a lesão do sistema motor pode afetar o cérebro, originando um déficit cognitivo.
Dessa forma, devemos entender que crianças com PC necessitam, além do atendimento pedagógico, um acompanhamento constante de profissionais da área da saúde, como Psicólogo, Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional, Fonoaudiólogo, Médicos, entre outros. 


Comunicação
A comunicação é uma necessidade básica entre os homens. Dessa forma, quando não existe a fala, a criança se comunica através do choro, do riso e de alguns gestos, como apontar o dedo, e a postura corporal para expressar o que sente e o que deseja.
A linguagem, por sua vez, é entendida como um sistema composto por símbolos construídos socialmente e governado por regras, que representam ideias sobre o mundo e serve, a priori, para a comunicação e relação interpessoal.
A fala, nesse sentido, é apenas uma das possíveis formas de linguagem, sendo que as outras formas são compostas pela língua de sinais, escrita, entre outros meios de linguagem além da oral.
A dificuldade na comunicação implica na redução das manifestações expressivas, minimizando o universo da criança, fazendo com que fique restrito, individualizado e isolado socialmente, impossibilitando a busca de novas experiências.


Comunicação Alternativa e Ampliada
A Comunicação Alternativa e Ampliada consiste em uma comunicação além da linguagem oral, incluindo gestos, língua de sinais, expressões faciais, pranchas de alfabeto e símbolos pictográficos.
Alguns recursos são de alta tecnologia e envolve um investimento financeiro um pouco alto, dificultando, assim, para a aquisição de alguns pais que não possuem condições financeiras suficientes para investir em um produto muito caro.
Dessa forma, é possível adaptar e utilizar recursos mais acessíveis, que possibilitam a comunicação através de gestos, expressões faciais, escrita, desenhos e fotografias.
Os símbolos podem ser trabalhados em pranchas, painéis, “tablet”, carteira, ou outra forma adaptada para a criança.
A Comunicação Alternativa estimula a comunicação, permite a troca de experiências e maior interação social entre os indivíduos, proporcionando o fortalecimento de vínculos dentro do núcleo familiar e com a sociedade. 
O psicólogo pode auxiliar nesse processo de aprendizagem, assim como, orientar a família e a escola sobre a utilização da Comunicação Alternativa e suas implicações, proporcionando maior autonomia para a criança e fortalecendo sua autoestima.
Abaixo deixarei algumas dicas de recursos acessíveis para facilitar o aprendizado da Comunicação Alternativa e Ampliada, contudo, é preciso lembrar que esses recursos devem ser utilizados e ensinados com a ajuda de um profissional capacitado para tal, evitando, assim, possíveis erros e empecilhos.


Dicas de recursos acessíveis


Pranchas para impressão
Portal de Tecnologia Assistiva -

http://www.portalassistiva.com.br/pranchas/atividades.php?opcao=3&etapa=2&cod_categoria=10 


Portal de Tecnologia Assistiva –

http://www.portalassistiva.com.br/pranchas/atividades.php?opcao=3&etapa=2&cod_categoria=14

 


Aplicativos gratuitos para celular ou tablete (Comunicação Alternativa)
•    Adapt

 


•    Prancha Livre

 


•    aBoard – CAA

 

 


Aplicativos gratuitos para celular ou tablete (LIBRAS)
•    Hand Talk

 


•    ProDeaf

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
DELLIBERATO, D. Comunicação Alternativa: Recursos e Procedimentos Utilizados no Processo de Inclusão do Aluno com Severo Distúrbio de Comunicação. Unesp. Marília – PR. 
ZAPOROSZENKO, A.; ALENCAR, G. A. R. Comunicação Alternativa e Paralisia Cerebral: Recursos Didáticos e de Expressão. Maringá – PR. 2008. Disponível em: http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/producoes_pde/md_ana_zaporoszenko.pdf

 

 

Compartilhe no Facebook
Curta esse post
Please reload